SERVIDORES EM ASSEMBLÉIA APÓIAM 7 + 1

CategoriesNotícias em Geral

A assembléia promovida pela Univisa para mobilizar os servidores da agência pela adoção das horas corridas de trabalho com sobreaviso na agência reuniu cerca de 350 servidores hoje pela manhã. A Associação está lutando junto com outras entidades que representam os servidores para que a diretoria incorpore o novo regime de horário de trabalho. Um Grupo de Trabalho instituído para discutir o tema formou um processo sobre jornada de trabalho, despachou e encaminhou para análise da Dicol. No dia 31 de outubro será realizada reunião entre os diretores e os membros do GT para tratar do tema.O diretor geral da Univisa, Alessandro Belisário disse “Precisamos nos mobilizar para que a Dicol aceite a proposta, que vai trazer ganhos à sociedade, aos servidores e para a agência” acrescentando ainda que o novo horário será optativo.O diretor jurídico da Univisa e membro do GT da jornada de trabalho, Rafael Athan de Moura Costa salientou que não há óbice legal à adoção dessa carga horária, podendo a agência incorporar quando quiser as sete horas corridas com uma de sobreaviso. “Os atuais indicadores criados e adotados pela Assessoria de Planejamento (Aplan) podem, sim, mensurar nossos resultados”. O diretor jurídico salientou ainda que a construção de uma jornada de horário flexível será permanente e dependerá constantemente de melhoria nos resultados da Instituição, por isso, solicitou que os servidores permaneçam mobilizados e comprometidos com o tema qualquer que seja o resultado.Os diretores da Univisa tiraram dúvidas dos servidores presentes à assembléia e pediram que todos se mobilizem pelo pleito (botons e panfletos estão à disposição de quem quiser, bastando ligar para o ramal 6595/Sérgio).O clima na assembléia foi de expectativa e apoio irrestrito às 7 + 1. O modelo é adotado com sucesso na Anatel, co-irmã que estuda inclusive a adoção do tele-trabalho.

About the author

Deixe uma resposta